eBay decide interromper exclusividade do Paypal

Quinze anos após o início desta relação que, tal como toda e qualquer outra relação, teve os seus altos e baixos, o gigante da área de vendas e leilões eBay decidiu abdicar da parceria que tinha com a Paypal que assim deixará de ser a forma de pagamento exclusiva. A Paypal, inclusivamente, foi subsidiária do eBay até 2015.

Segundo a Bloomberg, a decisão não tem efeitos imediatos. A mudança começa a ser aplicada nos Estados Unidos e Canadá ainda este ano e a expectativa é que o novo sistema, desenvolvido em parceria com a companhia holandesa Adyen, esteja disponível para todos os utilizadores mundiais do eBay até 2021, marcando a exclusividade de uma parceria que, durante anos, foi uma das grandes marcas do comércio eletrónico.

A separação, entretanto, não é completa, com o PayPal a continuar a ser aceite como opção para pagamentos e envio de dinheiro entre utilizadores do eBay. Ainda assim, a notícia levou a uma queda de mais de 11% nas acções da solução de pagamentos, que desde 2015 funciona como uma empresa independente, algo que serviu para que o seu alcance aumentasse consideravelmente.